Início / Notícias / Conheça os participantes da 2ª Etapa do Circuito Desafiante de League of Legends

Conheça os participantes da 2ª Etapa do Circuito Desafiante de League of Legends

A primeira Etapa do Circuito Desafiante chegou ao fim e foi incrível, atingindo todas as nossas expectativas e movendo o cenário de League of Legends para lugares inimagináveis. Junto com o Torneio de Acesso e a Série de Promoção do CBLoL, a 2ª Etapa do Desafiante chega completamente renovada, incluindo organizações com um passado rico no League of Legends, conhecidas nos torneios da Promo Arena, e novatas prontas para começarem suas respectivas jornadas no competitivo.

Mas antes de falarmos sobre as organizações que participarão do torneio, vale lembrar que muita coisa pode mudar. Como de praxe, a Riot Games divulgará a janela de transferência para o Circuito Desafiante e não há duvidas que veremos alterações de todas as maneiras, desde equipes reforçando suas line-ups com novos jogadores, e até organizações vendendo suas vagas e dando espaço para novos times. Por isso, esta matéria abordará somente as equipes que foram confirmadas no Desafiante, para conhecer um pouco mais de cada uma delas e ter uma ideia do que esperar da segunda fase do torneio.


Começando com a primeira equipe que se classificou pelo Torneio de Acesso, Merciless Gaming é uma das promessas do tier 3. Disputando as Classificatórias da Promo Arena como Maze, e terminando o campeonato como Merciless Gaming, a equipe chega para inserir um ar fresco no Circuito Desafiante, com jogadores novos e tão habilidosos quanto os que vimos na etapa passada, afinal, eles não estariam aqui se não fossem.

A jornada da Merciless Gaming pelo Torneio de Acesso foi bastante competente, sempre presente nas três Classificatórias e garantindo a segunda posição na tabela geral de classificação do campeonato. Entre os participantes confirmados, Merciless é uma das duas que possuem esta imprevisibilidade em torno dela, nós vimos a equipe disputar contra os times do tier 3 e ela fez um jogo impressionante contra a IDM Pirata, mas esta etapa do Circuito Desafiante está mais complexa do que nunca e com um nível de desafio alto, e o que precisamos ver é uma Merciless com o nível ainda mais elevado de jogo.


A segunda equipe que mantém esta imprevisibilidade é a Freedom, outra organização que passou pelo teste de fogo do Torneio de Acesso para estar aqui. Enquanto a Freedom se tornou a grande promessa nas Classificatórias, as coisas mudaram um pouco na disputa eliminatória do Torneio de Acesso, o jogo na Disputa de Vaga contra a OPKdemy quase valeu seu lugar no campeonato pelo 3×2 que ela garantiu, e o confronto na Série de Promoção contra a Keep Gaming, que mesmo vencendo de 3×0, foi intenso e bastante perigoso do começo ao fim. Sendo uma diferença interessante quando comparamos com a jornada da Merciless, cujo Freedom era o seu algoz nas Classificatórias.

No entanto, não se pode negar que a Freedom teve uma ótima campanha, sendo uma equipe merecedora de seu lugar no Circuito Desafiante. Claro que tudo será mais difícil daqui para frente e o Torneio de Acesso foi só o primeiro passo, então é hora de se preparar e treinar muito, mas muito mesmo.


Saindo dos novatos e indo para os veteranos temos a Iron Hawks E-Sports, sendo a única equipe da 1ª etapa que manteve sua posição no Desafiante, já que metade subiu para o CBLoL e o restante foi desclassificado do campeonato. Mas isso não quer dizer que os falcões de ferros sejam fracos, claro que houve alguns tropeços durante a Fase de Grupos da 1ª Etapa mas a equipe chegou até as Semifinais do Circuito Desafiante e ainda possui talentos impressionantes na organização.

E já está fazendo mais de um mês que não vemos os falcões em ação na Promo Arena, dando um bom tempo para evoluir, não só a equipe mas a organização como um todo, e assim dando uma chance para a Iron Hawks voar ainda mais alto nesta segunda etapa, algo que depende somente dela para acontecer.


Eis que chegamos no primeiro veterano do CBLoL, os leões da Brave e-Sports e a ascensão meteórica da organização. Conhecidos por serem os primeiros campeões invictos do Circuito Desafiante e por uma triste queda no CBLoL, a Brave se tornou uma anomalia com o estigma de que uma equipe no Desafiante não consegue se adequar aos moldes do tier 1.

Mas não se pode tirar todo o mérito dos leões, a performance da Brave no CBLoL teve destaques fortes que resultaram em lutas perigosas para os líderes de lá, incluindo empates contra a Keyd Stars e CNB e-Sports Club. Resta saber se o retorno da Brave pro Circuito Desafiante resultará em mais uma campanha perfeita para os leões voltarem pro CBLoL e tomarem o que é de direito, ou se teremos novos competidores para impedir que isto aconteça.


KaBuM e-Sports é considerada como uma das primeiras equipes brasileiras que conseguiram fazer o, até então, impossível. Seu histórico é invejável, tanto em conquistas quanto pela rapidez de garanti-las, porém, faz tempo que não vemos a gloriosa KaBuM que conhecemos de anos atrás, e em troca temos uma equipe que parece ter ficado parada no tempo enquanto todas as outras evoluíram.

Eis que a KaBuM enfrentou os veteranos da ProGaming na Série de Promoção, servindo como o último prego no caixão para a equipe ir direto pro Circuito Desafiante. E é exatamente aqui que começa o caminho de redenção da KaBuM, tendo que enfrentar novos e antigos competidores para retornar ao momento especial que os fãs tanto se orgulham até hoje da equipe.


A Operation Kino teve uma temporada bastante conturbada. Seu começo estrondoso em 2016 foi perdendo efeito lentamente até chegar na Série de Promoção do CBLoL em 2017, com uma line-up completamente diferente mas com a vontade de continuar no campeonato intacta. Porém, a Operation Kino não aguentou a INTZ Genesis e acabou descendo para o Circuito Desafiante, enquanto os veteranos que já estiveram na Operation Kino subiram para o CBLoL, acontecendo uma troca inesperada de posições.

Mas assim como a Brave, a OPK não caiu sem uma luta. Como Luis “River” Mello mencionou em sua matéria no LoLeSports BR, essas equipes afetaram o top 5 do CBLoL com empates significativos, e no caso da Operation Kino foram os empates contra a paiN Gaming e CNB e-Sports Club, mostrando que houve um equilíbrio entre essas equipes, e que por sua vez faz a OPK ser uma equipe formidável para o torneio que teremos.


Após este breve resumo das organizações, podemos confirmar que a 2ª Etapa do Circuito Desafiante de League of Legends será uma das mais diversificadas até o momento, com equipes e motivações distintas, seja para quebrar estigmas, adentrar no cenário competitivo ou para retornar ao passado triunfante. E esses desejos serão o cerne do que presenciaremos nessas equipes durante os confrontos do Circuito Desafiante, e nós mal podemos esperar para acompanhar tudo de perto com você!

Veja Também

Ilha da Macacada Gaming enfrenta a Merciless Gaming pela sobrevivência no Circuito Desafiante 2017

A Fase de Grupos do Circuito Desafiante de League of Legends está acabando e temos …