Início / Notícias / CNB Trinity White enfrenta seu maior desafio e elimina Brave e-Sports do Circuito Desafiante

CNB Trinity White enfrenta seu maior desafio e elimina Brave e-Sports do Circuito Desafiante

Ontem (22) foi o último confronto do Circuito Desafiante do ano, fechando com uma decisão importantíssima para a Brave e-Sports e a CNB Trinity White. O confronto final da Série de Promoção significa que uma dessas equipes está confirmada para participar da 1ª Etapa de 2018 e a outra perderá metade de um ano inteiro para subir novamente pelo Torneio de Acesso e refazer todo o caminho.

E em um confronto histórico a CNB Trinity White venceu a Brave e-Sports por 3×2, com tudo sendo resolvido no quinto confronto entre essas duas equipes. Os leões lutaram bravamente e por muito pouco conseguiram a primeira vitória no Circuitão, porém, os blumers tiveram o auxilio necessário para elevar o jogo a um nível ainda maior, com a CNB Trinity White passando por cima de sua adversária e garantindo a vaga que confirma sua presença na Temporada 2018 do Circuito Desafiante.

Os leões demoraram para acordar. Brave estava apagada nos dois primeiros confrontos, quase tendo uma reprise do que vimos nos últimos jogos, além de uma assombrosa previsão que o sonho já estava morto. Os leões tiveram um bom early game no primeiro confronto mas não demorou muito para a CNB tomar as rédeas, sendo que a salvação da Trinity White foi similar ao dos seus últimos jogos, garantindo uma boa team fight no momento decisivo – dessa vez com Road salvando a equipe e ajudando eliminar quatro jogadores da Brave – e realizar os objetivos para matar a partida, nesse caso fazendo o Barão e o Dragão Infernal. Aos 34′ CNB fechou a primeira partida com um Ace e o Nexus destruído.

A segunda partida foi ainda mais crítica para os leões, sendo que a imprevisível escolha de Poppy do Mewkyo e a Tristana do Road dominaram o confronto do início ao fim. Logo no começo Mewkyo revidou o abate que sofreu pelo Evrot com um Double Kill no top que eliminou Bgob e Daniquest em questão de segundos. O jogo continuou com a CNB liderando tanto em abates quanto em Torres e Dragões, Brave conseguiu boas lutas em alguns momentos mas a composição da CNB estava tão boa que era impossível de superar. O Barão foi feito pelos blumers aos 24′, com direito a uma team fight subsequente que resultou em um Triple Kill para Road. Mais uma investida foi realizada e o GG foi chamado aos 27′.

Após esses dois jogos não havia muita esperança de que a Brave iria voltar. CNB Trinity White continuou sua campanha e a evolução dos últimos confrontos era notável. Porém, os leões mostraram que não morreram em dois confrontos extremamente poderosos, vendo um pouco do que a Brave mostrou no passado. O terceiro confronto contou com a temida movimentação e controle de mapa dos leões, derrubando uma torre atrás da outra e tirando as chances de uma CNB sem Road revidar. A partida acabou em apenas 24 minutos.

O quarto confronto contou com a mesma competência da Brave, mas com uma CNB se adaptando com a mudança repentina de jogo. A condição de vitória da CNB forçava a equipe fazer um confronto rápido, já que o late game seria completamente da Brave, caso ele viesse. Pkr e Road foram destaques no mid e bot, enquanto a Brave lutava para prolongar o jogo, tática que deu muito certo após o Barão roubado pelo Bgob, que só conseguiu após o Sarkis ter eliminado Pkr, garantindo a brecha para fazer o Nashor e uma team fight que serviu como a chave da vitória. Com o jogo de volta para a Brave, os leões seguiram controlando a partida até estarem no momento oportuno para vencer, que aconteceu logo depois de uma luta pelo Barão que deu horrivelmente errado para a CNB Trinity White.

Na última partida foi a vez da Brave escolher uma composição que beneficiasse de um early game mais forte. O que foi exatamente o que os leões conseguiram, com Mewkyo sendo eliminado três vezes até a marca de sete minutos. Em outro momento a CNB garantiu o First Brick mas sofreu perdendo duas torres e mais o Dragão Infernal, deixando a Brave em um momento extremamente positivo para a possível vitória. E eis que chegamos na team fight decisiva da partida, com quatro abates indo para a CNB em uma luta perto do Barão, incluindo Double Kill de Pkr e Road.

O jogo deu uma esfriada e foi aí que vimos a CNB crescer cada vez mais, aos 31′ tivemos o Barão sendo feito e os momentos finais se aproximando. O fim chegou com a CNB rotacionando pelo top e a Tristana do Road eliminando todos os jogadores da Brave e-Sports enquanto o restante de sua equipe abria o caminho derrubando as torres. Road garantiu um Pentakill e acabou com a chance dos leões continuarem no Circuito Desafiante.

A vitória da CNB Trinity White oficializa a equipe dos blumers no Circuitão. E também elimina os bravos leões da competição, marcando o último triste momento da Brave e-Sports deste ano, restando a perseverança e a força de vontade para os leões limparem suas feridas e se reergueram mais fortes do que nunca para tomar o Circuito Desafiante e o CBLoL de assalto, e assim ficando na posição merecida.

Veja Também

Liga Brasileira de Street Fighter V retorna nesta sexta (24) com os confrontos da 2ª rodada

A 3ª Etapa da LBSFV começou na semana passada e nos deu um gostinho das …