Início / Notícias / O reino do Mengão: Flamengo eSports derrota T Show e confirma presença na Grande Final do Circuito Desafiante 2018

O reino do Mengão: Flamengo eSports derrota T Show e confirma presença na Grande Final do Circuito Desafiante 2018

Os playoffs presenciais do Circuito Desafiante 2018 continuaram nesta quinta-feira (29) com a Semifinal entre duas das equipes mais notórias do campeonato, os urubus do Flamengo eSports e os bodes da T Show. Considerada como favoritas, as equipes iriam começar a jornada pelo título do Circuitão e vaga no CBLoL, com a vencedora dando mais um passo em busca de seu objetivo.

De um lado temos a organização que entrou no competitivo de League of Legends com a ambição de fazer parte da próxima etapa do CBLoL. Do outro uma equipe que procura se redimir de uma campanha no tier 1 que foi aquém do esperado. E ontem elas se encontraram com a missão de acabar com o sonho de uma delas.

A expectativa era de cinco jogos em que as duas equipes utilizariam o máximo de suas habilidades para se sobressaírem, isto até que tivemos a conclusão da primeira partida em torno de um Flamengo eSports muito mais focado do que testemunhamos na Fase de Grupos. O que já era eficiente ficou ainda mais e o que era em uníssono se tornou uma sinfonia, mas ainda com talentos individuais brilhando nas jogadas mais importantes. T Show estava um tanto quanto apagada no início e acabou sofrendo no early game, seja com o First Blood do Evrot, o primeiro Dragão da partida pelo SirT ou o First Brick na midlane.

Quando chegou aos 20′ a T Show correu atrás do prejuízo e se manteve no jogo, sempre procurando uma brecha para retornar. Esta brecha surgiu em forma de Barão, se tornando a possível salvação para os bodes. Flamengo percebeu a call e rapidamente foi para impedir, com SirT fazendo o que sabe fazer melhor e roubando o objetivo na frente do inimigo com um Balanço Temerário certeiro de seu Olaf que tirou a quantidade exata de vida para elimina-lo. Depois deste momento o jogo foi fechando para a T Show, aos poucos Flamengo foi garantindo objetivos e destruindo as estruturas dos bodes até que aos 33′ o rubro-negro garantiu mais um Barão e partiu para a vitória.

A segunda partida mostrou mais do domínio de jogo do Flamengo. A T Show chegou mais preparada e conseguiu botar pressão, mas o draft dos urubus contou com Evrot de Azir e SirT, mais uma vez, de Olaf, o que não deu muita chance para a T Show botar os dedos na piscina e nadar de verdade. O early-mid game foi quase que inteiramente da T Show, o único problema é que a cada eliminação do Flamengo, um objetivo importante era adquirido, seja a T Show derrotando o Dragão da Montanha mas perdendo dois jogadores e o First Brick logo depois, ou quando Jisu tirou Krastyel da jogada e brTT fez o mesmo com Ceos, adicionando uma torre derrubada na equação.

As 26′ a T Show conseguiu uma boa jogada que não deu eliminações mas igualou em torres, porém o Flamengo já estava na frente fazendo o Barão após ter perdido Jisu em uma das lutas anteriores. Aos 34′ o rubro-negro garantiu um avanço descomunal que envolveu abates, torres na base da T Show e mais um Barão, que por sua vez retornou para o Nexus adversário ao lado de um exército de minions que passou por cima dos bodes.

A situação estava complicadíssima para a T Show. Correndo risco de sair da competição de forma prematura e confirmar a estadia do Flamengo eSports na Grande Final. O terceiro confronto era a última tentativa dos bodes se recuperarem e voltarem para a série. E foi exatamente o que vimos, a T Show fez um jogo mais arriscado mas adquirindo grandes recompensas, sendo o bastante para o Flamengo não se recuperar e voltar para a partida. Os bodes começaram muito bem nas team fight mas aos 20′ Flamengo se igualou em abates, no entanto, a salvação dos bodes chegou aos 23′ quando a call do Barão foi feita e a T Show não só garantiu o objetivo mas também um Ace.

Mesmo com alguns tropeços, a T Show conseguiu mais uma boa luta aos 30′ que eliminou três jogadores do Flamengo, abrindo espaço para destruir o Inibidor adversário e fazer o Barão. A T Show acabou com a partida aos 33′ mostrando que os bodes ainda tinham fôlego para berrar.

O quarto confronto contou com retorno definitivo do Flamengo eSports, no entanto, a T Show ainda estava com o gás para fazer um ótimo early game. Até os 12′ a T Show já havia garantido o First Blood graças ao Zuao, o Dragão da Montanha e mais um abate,dessa vez pelo DudsTheBoy, para aumentar sua vantagem. Flamengo foi chegando aos poucos mas ainda faltava para atingir aonde a T Show estava, sendo que a situação piorou para o rubro-negro quando o Barão foi feito e a T Show chegou para acabar com a festa, deixando apenas Evrot vivo.

Aos 27′ o Flamengo conseguiu deixar a partida mais equilibrada com abates e o Dragão Infernal, ajudando o rubro-negro na luta que seria o momento decisivo para a vitória. Aos 31′ a T Show arriscou um Barão e acabou sofrendo do mesmo jeito que o Flamengo alguns minutos antes, perdendo quatro jogadores e a chance de continuar no campeonato. Flamengo chegou até o Nexus e concluiu a série contra a T Show.

Com a vitória, Flamengo eSports confirmou presença na Grande Final de sábado (31), onde os urubus enfrentarão a macacada da IDM Gaming em uma luta pelo título do Circuito Desafiante e a vaga na próxima etapa do CBLoL. Não perca, às 13:00h, pelo canal da Promo Arena no Twitch!

Veja Também

Encore Esports e Fratres se classificam para Final Regional da Copa América de Heroes of the Storm 2018

Domingo (15) foi um grande dia para a HGC Copa América de Heroes of the …